Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Para Pensar’ Category

Quando tudo era nada

E eu já não me importava

Quando já não havia esperança

E já não fazia diferença

 

Assim mesmo sem querer

Apareceu você

Um tanto quanto timido

E um jeito gentil

Você foi preenchendo

O que antes era apenas vazio

 

E aos poucos aprendi a aceitar

E me acomodar no seu ombro macio

Sem muitas intenções

Apenas deixando acontecer

O que eu tanto sonhava

Você

 

Mais do que eu imaginei

A atenção que você me da é tão única

Que me leva a pensar

Se sou capaz de um dia te merecer

 

Deixo de lado meus medos

Minhas inseguranças infantis

Até mesmo um passado conturbado

Pois tudo que importa agora

É te fazer feliz

 

E essas humildes linhas são para você!

Read Full Post »

Ninguém

Ninguém entende a dor
que você insiste em esconder
a solidão
o vazio
a distancia

Ninguém entende a poesia
no sofrimento
na angustia
na duvida
no medo

Ninguém entende um coração
cansado
frustrado
machucado
carente

Ninguém entende a melancolia
que te persegue
e parece se repetir
sem cessar

Ninguém entende um sorriso
já tão marcado
de quem luta
para continuar a sorrir

Ninguém entende a beleza
nos momentos que me inspiram
a continuar escrevendo
em linhas sofridas
uma vida sem rimas

Read Full Post »

E tudo era solidão,
até você chegar,
você me trouxe inspiração,
e vontade de mudar

Você é como eu,
mas, abençoado com muito mais
e eu por um instante acreditei
que pudesse fazer parte

você me convenceu a abrir a porta
que está trancada a anos
você baixou minhas defesas
e minha capacidade de julgar

mas, como sempre
algo deu errado
e você se foi
e eu fiquei aqui a me culpar

e fico com esse gosto amargo
e essa sensação de culpa
e de vazio
de que perdi ou afastei a minha melhor chance

e solidão você deixou
e um coração partido
lamentando em versos tortos
sua eterna incapacidade de amar….

Read Full Post »

Palavras engasgadas

Um coração de pedra

Um soldado ferido

Uma dor sem fim

Das lições do dia

Tiro a decepção

Das coisas que não percebi

Que me fazem perder a razão

Promessas incumpriveis

Verdades irreais

Vale a pena esperar….

Pelo impossível?

A dor de dizer não

De deixar partir…

O que te reduz a pequenas migalhas

Dia após dia

Acreditar no milagre?

Ou finalmente ouvir a razao

Na incerteza do sentimento

Sem direção…

Encontro a felicidade

Na solidão dos vazio

Livre do tormento da dúvida

E da decepção

Mas, as perguntas não se respondem

E permanece a incerteza…

Read Full Post »

 

Acordo com o vento no rosto

Ouço pássaros ao fundo

A brisa do mar…

Em um instante estou em um vale escuro

Cercado de medo e vazio

Não há como fugir…

E vôo rápido sem medo

Até a montanha mais alta

Só para admirar o paraíso…

Sinto minhas veias pulsando

As alucinações começam

E o efeito ainda está por vir…

Sentada nessa cadeira

Sentindo-me presa e encurralada

Tentando esquecer o que aprendo…

Água por todos os lados

Já não me assusta

Sinto-me parte disso tudo agora…

E meus pensamentos me levam

Viagens surreais

Transportam-me

Em um passe de mágica

Para longe de mim…

Read Full Post »

De volta as velhas páginas brancas,

Gostaria de também voltar no tempo,

Para o mesmo lugar onde nada era importante,

E tudo ao meu redor tão impertinente.

Gostaria de entrar em uma máquina,

Que me levasse para o tempo em que máquinas não existissem,

Em que seriamos apenas nós e nossos corações partidos,

Em nossa loucura matinal.

….

Se desaparecer fosse como nunca ter existido,

Talvez magoasse menos as pessoas,

Deixasse de pisar naqueles que amo,

E de acreditar em minhas próprias mentiras.

Gostaria de viver no tempo em que minha cegueira,

Fosse curada com milagres,

Minha surdez não fizesse diferença,

Afinal de que vale a cura humana,

Quando esta só te faz sentir mais doente?

Para que servem os livros de auto-ajuda?

E as palavras de amor e carinho?

Para alguém que a cada dia mata a si mesma?

Talvez esteja pagando por um erro que não me lembro de ter cometido,

Talvez esteja fazendo os outros pagarem por ele…

Talvez seja só loucura,

Talvez nem seja importante…

Queria poder quebrar algo propositalmente,

Não contar a esmola,

Não olhar o preço dos vestidos,

Não ter ofendido alguém maior que eu,

Não comparar problemas,

Não me sentir perdedora,

Descobrir o certo e o errado e talvez o caminho.

Quem sabe voltar a sonhar…

E agradecer esse pedaço de rascunho velho….

Read Full Post »

Vou rasgar os antigos mapas

E queimá-los em seguida

Já que chegar não importa

Se já não quero partir

Talvez redesenhe os trilhos

E faça um novo caminho

Como ele deveria ser

Com o que carrego no coração

Novos, velhos sonhos

Tortos, livres caminhos

Leves, cheias bagagens

Fluentes, rasos rios…

E se a nevoa

Não me permite ver a frente

Vou usar a intuição

E a vontade de descobrir

E onde quer que seja

Que seja

Não se perca um único detalhe

Do que me cerca

Refazendo os mapas

Talvez refaça os caminhos

E passe a entender

O que me trouxe aqui.

Read Full Post »

Older Posts »