Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘paixão’

Quando tudo era nada

E eu já não me importava

Quando já não havia esperança

E já não fazia diferença

 

Assim mesmo sem querer

Apareceu você

Um tanto quanto timido

E um jeito gentil

Você foi preenchendo

O que antes era apenas vazio

 

E aos poucos aprendi a aceitar

E me acomodar no seu ombro macio

Sem muitas intenções

Apenas deixando acontecer

O que eu tanto sonhava

Você

 

Mais do que eu imaginei

A atenção que você me da é tão única

Que me leva a pensar

Se sou capaz de um dia te merecer

 

Deixo de lado meus medos

Minhas inseguranças infantis

Até mesmo um passado conturbado

Pois tudo que importa agora

É te fazer feliz

 

E essas humildes linhas são para você!

Anúncios

Read Full Post »

E mais uma vez me encontro aqui
A porta trancada
A escuridão
O medo

E mais uma vez me encontro aqui
E me acompanha apenas
O vazio
E a frustação

E mais uma vez me encontro aqui
Na porta a bater
Tentando entrar
Tentando entender

E mais uma vez me encontro aqui
Insistindo
Querendo te entregar
O único bem que possuo

E mais uma vez me encontro aqui
Com o fardo pesado
Torturando meu corpo
Já sem forças para carregar

E tudo que busco
É a entrega
Que nunca consigo terminar….

Read Full Post »

Desde que você se foi

Eu já chorei

E já sorri

Eu vibrei

E me emocionei

Eu me perdi

E me encontrei

Eu viajei

Eu me diverti

Eu fui a lugares novos

Conheci pessoas interessantes

Fiz novos amigos

E ganhei novos admiradores

E reencontrei velhos amigos

Me decepcionei

E me animei

Eu comprei uma bicicleta

E me aventurei

E também cai

E me levantei

Eu estive com outros caras

Eu tentei gostar deles

E eles gostaram de mim

Eu me arrepiei

E fugi

Eu mudei a estação de rádio

Ouvi novas músicas

Me aventurei em outras religiões

E diversifiquei minhas crenças

Eu recebi novas propostas de emprego

E recusei

Eu me abri

E não me perdoei

Eu ajudei muitas pessoas

E me sacrifiquei

Eu me entreguei aos meus amigos

E a bebida

E a diversão

E me apeguei

E emagreci

Eu ganhei condicionamento físico

Usei novos vestidos

E me adorei

E mesmo assim

Não esqueci

E continuo a pensar

E se…

E se tudo que eu queria

Era você!

Read Full Post »

Vicio

Você é um vicio

Uma droga

Que eu quero consumir

Sei que com você

Vou direto ao fundo do poço

Sem esperança de volta

Com você é profundo

E extremamente inseguro

E essa insegurança

É que me faz querer mais

Com você o tempo voa

Na velocidade certa

Você é um risco

Que meus instintos

Não conseguem evitar

É tarde para pensar

Não consigo reagir

E nem quero…

Read Full Post »

No universo das minhas confusões

Encontro-me mais uma vez sem rumo

E nem com aqueles que costumavam me dar refúgio

Posso contar

As palavras presas na garganta

Que se recusam a sair, seja como poesia ou grito

Delas dependo e só delas…

O último barco partiu rumo a lugar nenhum

E perdi a minha única chance de me esconder

Sem abrigo me vejo

Em meio à tempestade que jamais poderei controlar

 

E fico me culpando

Pelas coisas que não tenho o poder de fazer

Espero impaciente, por mudanças e respostas que não dependem de mim

E que podem me machucar

Tormentos vêm e vão

E eu nunca aprenderei a lidar com eles

Jamais me acostumarei

Ao que a vida impõe a todos…

Que este período de mudanças me faça forte

Sem me afogar em minhas próprias lágrimas

Que minha visão se mantenha plena

E que continue a sentir o sabor

 

Que minha energia não se esgote

Por que o sol voltará a brilhar

E a renovação valerá à pena

Como garante a profecia!

 

Read Full Post »

…Das coisas que penso

Não vou tão longe

Por não entender

O caminho…

…Das palavras soltas

Encontrando refugio

Em memórias

Por ora esquecidas…

…Das canções escritas

Cantando as perdas

Amores esquecidos

Jamais reparados…

…Dos olhares perdidos

Tentando encontrar

A visão perfeita

Sem nunca ser retornada…

…Das noites boemias

A música ao fundo

A noite fria

A promessa de refúgio…

…Das lágrimas derramadas

Pelas almas sem rumo

Procurando no infinito

Seu par nunca visto…

Read Full Post »

Vou rasgar os antigos mapas

E queimá-los em seguida

Já que chegar não importa

Se já não quero partir

Talvez redesenhe os trilhos

E faça um novo caminho

Como ele deveria ser

Com o que carrego no coração

Novos, velhos sonhos

Tortos, livres caminhos

Leves, cheias bagagens

Fluentes, rasos rios…

E se a nevoa

Não me permite ver a frente

Vou usar a intuição

E a vontade de descobrir

E onde quer que seja

Que seja

Não se perca um único detalhe

Do que me cerca

Refazendo os mapas

Talvez refaça os caminhos

E passe a entender

O que me trouxe aqui.

Read Full Post »

Older Posts »